segunda-feira, janeiro 29, 2007

FICO ENTORPECIDO...
Image Hosted by ImageShack.us
Arte: Kedralynn - Deviant Art
...e me pergunto: Onde está você,
senão em meu coração que chora apertado a falta de teus carinhos,
que implora, miserável, a tua companhia,
que não se satisfaz apenas com tua voz,
distante, de menina, de mulher.
Desabo, como criança,
perante teu meigo sorriso,
teu jeito maternal, também sensual,
quando me abraças e me beija.
Fico sem palavras quando te vejo,
caio a teus pés, sou teu servo,
teu amante nesse louco romance.

Fico em transe, abandono o sono,
lembro de ti quando não te vejo,

sinto-me vazio, fico sem norte,
saudoso de você, sou um ser sem sorte.

Desejo que as horas passem lentamente quando estamos a sós,

para sentir mais o teu calor, carnal, e provar o teu amor, sem igual.
E quando estamos juntos, só penso que finalmente encontrei esta magia que os poetas descrevem, com certa melancolia, em dias chuvosos, nas noites solitárias, que é só o que na vida importa, aquilo que se chama AMOR e às almas conforta.

21 comentários:

Mestre Splinter disse...

...E quem não precisa de um pouco que seja de conforto nesse mundo velho?...

...acho que senti alguma coisa aqui, onde antigamente ficava o coração...

Parabéns pela tua saudade! Antes senti-la, do que não ter nenhuma p'rá sentir!

Blogildo disse...

Invejo quem fala de amor e saudades, fazendo rimas sem cair na pieguice! Excelente!

Não é pra qualquer um!

Abraço!

Escorpiana Explosiva disse...

Lindo texto e com certeza em algum lugar do mundo, existe alguém querendo um pouquinho de carinho.
Se estamos bem acompanhados esquecemos dos problemas em alguns minutos para curtimos aquele momento.

Um abraçâo

Vendetta disse...

Defensor (ou devo chamá-lo invasor?)

;-)

Fique à vontade para deitar e rolar no meu Divã!
Gostei da visita e do teu blog.
Gostei mesmo. Posso linkar?

Cá entre nós, eu estou precisando de uma boa invasão...ou vou gerar um motim nesse meu coração.
Minha tristeza eu espero que passe e logo.
As tuas palavras, que acabei de ler, foram um conforto nessa tarde onde o sol brilha lá fora e cá dentro faz uma garoa fria.

beijo

Sujeito Oculto disse...

Garotos não resistem aos seus mistérios...

Defensor, O Maldito disse...

Mestre Splinter: sentir saudades é bom... de vez em quando!

Blogildo: obrigado pelos elogios, você é muito gentil. Não sou digno de tanto...

Escorpiana Explosiva: sempre existirá alguém precisando, e alguém querendo dar carinho. É verdade, colocaste as coisas de um modo correto. Pena que atualmente assistimos o ser humano se enclausurar cada vez mais. Talvez por medo, não sei. Amizades virtuais não são tudo na vida. Elas são importantes, mas se não nos esforçarmos para romper barreiras e fazer contatos com pessoas de carne e osso, estaremos perdidos. Todos precisam de calor humano...

Vendetta: não se preocupe, as coisas do coração se resolvem por si próprias. Algumas vezes, o melhor remédio é esperar. Logo serás invadida pela paixão novamente minha cara amiga.

Sujeito Oculto: se fosse meu post, o nome seria "Garotas não resistem aos mistérios do Defensor"... he he... brincadeira!

Luna disse...

Tanta força, tanto sentimento,maravilhoso
bjs

Renata disse...

Texto lindo... very thougthful...
Mas cá entre nós eu estou precisando é de ler o contrário...como sobreviver a tanta saudade, tanto amor...
É, eu sei o remédio é o tempo...o tempo que demooooooooooooooooooora a passar...
Espero que o seu sentimento tenha um destino melhor do que o meu!\bjs

Clarissa disse...

Meu amigo... dizias no outro dia, a propósito das cartas nos Instantes,que gostarias de receber umas assim... bem... como eu gostaria que algum apaixonado me escrevesse um poema... não é «justo» :) uma mulher não ter nunca recebido um poema de amor :)

Ok... há muitas formas de escrever um poema... num sorriso, por exemplo. Sou uma mulher de sorte, não estou a queixar-me :)

Passa pelos Instantes para veres a resposta.

Beijocas grandes.

Ricardo Rayol disse...

Defensor, gostaria muito de comentar seu texto, que como sempre me enche de inveja sadia. Tu sabes que sou um indignado por natureza. Por isso, peço desculpas para ocupar teu tempo com um assunto bem cretino. A Sônia anda espalhando um monte de merda lamurienta a respeito do movimento evolução. Para uma pessoa que se diz idosa o faz de um jeito bem desagradável. Gostaria de pedir que entendesse o outro lado da estória. Aturar "fogo amigo" é foda.

Cejunior disse...

Meu caro Defensor, fico pensando o que seria de nós se não existisse AMOR. Como seria vazia, estéril e mecanica nossa passagem...
Saudade é um sentimento bom. Mesmo se for de uma perda definitiva, você ter esse sentimento já é uma coisa boa.
Uma beleza. Abraços.

Flávio disse...

Perfeito, mano. Lindo texto, linda imagem! Parabéns! Grande abraço

Mikas disse...

Buh boa semana

Defensor, O Maldito disse...

Luna: amor e saudade realmente são dois sentimentos fortes.

Renata: aquilo que não nos faz mata nos faz mais fortes. Você sobreviverá! com certeza!

Clarissa: existem coisas mais importantes do que um poema de amor: compreensão, companheirismo, gestos de carinho, de afeto. Creio que muitas pessoas não escrevem sobre o amor, mas isto não quer dizer que não consigam sentí-lo em toda a sua plenitude. Ademais, aindas és jovem, nunca se sabe...

Rayol: Sabes que não sou um especialista em escrever sobre política. Você o faz melhor do que eu, e sabes muito bem disso.

Posso te falar que mesmo assim, fiquei honrado em receber o convite para participar do Evolução.

Não me interessam títulos: fundador, colaborador etc. Estou mais interessado em poder ajudar de alguma forma para a conscientização de que precisamos ter um País melhor.

"Esquerda", "Direita", "Liberal"... creio que todas essas terminologias não vêm ao caso, além de estarem ultrapassadas. O que importa, verdadeiramente, é que independentemente das "ideologias", tenhamos homens, políticos ou não, dispostos à cosecução do bem estar coletivo. Isso é o que importa: o bem comum!

E se eu de alguma forma puder ajudar, com meus humildes textos, já fico feliz.

Não me interessam picuinhas ou "dores de cotovelo" (não é o seu caso! Apenas para deixar claro). Tudo isso passa.

Desta forma, creio que, como sempre, sempre existirão pessoas que querem mais atrapalhar e tumultuar do que efetivamente ajudar.

Acredito no movimento, e gosto da idéia do Evolução.


Cejunior: sem AMOR, nada seríamos...

Flávio: estamos aí. Grato pelos elogios. Não sou digno de tanto. Faço apenas por diversão e uma necessidade louca de escrever...

Mikas: idem!

Ricardo Safra disse...

Caro Defensor

Sem dúvida o amor entorpece. Para mim não há nada melhor do que acordar todos os dias ao lado da mulher amada, trocar carícias e juras de amor, enfim, o mais próximo da sensação de estar no Paraíso.

Um abraço,
Ricardo Safra, estudante de Geografia

Anagwen disse...

Loucos romances são pra guardar bem guardados...
Mesmo que 'sem norte', ao sabor 'da sorte', dos encontros e desencontros...
Arriscamos, negamos a solidão, 'é só o que na vida importa'...

(mto bonito :)

Abraço

Suzy Tude disse...

Defensor, você tem um talento especial para falar da alma das pessoas, dos sentimentos, das emoções. E acho mesmo incrível porque você não fica no lugar comum. Você expõe e quem lê se sente exposto também. É uma bela troca.

Grande abraço

Bruna disse...

Oi Defensor,

Inveja (saudável) da musa inspiradora. Como dizem os espanhóis, "la echa de menos, pero com sabor"!

Echar de menos = saudade. :)


Beijos

Defensor, O Maldito disse...

Ricardo Safra: concordo plenamente!

Anagwen: assim como a maor parte dos mortais, não gosto de solidão. Mas eventualmente ela é inevitável. Bom para pensar no valor de uma companhia.

Suzi: apenas escrevo... mesmo assim, obrigado pelo elogio. Sua presença aqui sempre será bem-vinda. Gosto de comentar em vosso blogue, assim como, creio, gostas de comentar no meu.

Defensor, O Maldito disse...

Bruna: saudade com sabor... gostei! Sabor de quero mais, muuuuuito mais!!! Abraços

Eärwen Tulcakelumë disse...

Amor...saudade....acho que são impossíveis de se separar...
Bom ler o amoar assim declarado.
Gostei mesmo.
Pérolas incandescentes de paz!
Eärwen
31.01.07