terça-feira, outubro 10, 2006

WILLIAM BLAKE

Escritor, pintor e gravador, foi um dos primeiros poetas românticos ingleses. Nasceu em Londres em 1757 e faleceu em 1827. "Cantos de Inocência", "Cantos de Experiência" e "O Matrimônio do Céu e do Inferno" (no qual se encontra o famoso "Os Provérbios do Inferno"), são alguns de seus livros mais conhecidos. Apesar do talento para as letras e artes, jamais teve o reconhecimento que merecia em vida, tendo passado grande parte desta na pobreza.

Estou postando seu poema mais conhecido, considerado uma verdadeira obra prima, na tradução de Angelo Monteiro.
Image Hosted by ImageShack.us

O Tigre

Tigre, tigre que flamejas
Nas florestas da noite.
Que mão que olho imortal
Se atreveu a plasmar tua terrível simetria ?

Em que longínquo abismo, em que remotos céus
Ardeu o fogo de teus olhos ?
Sobre que asas se atreveu a ascender ?
Que mão teve a ousadia de capturá-lo ?
Que espada, que astúcia foi capaz de urdir
As fibras do teu coração ?

E quando teu coração começou a bater,
Que mão, que espantosos pés
Puderam arrancar-te da profunda caverna,
Para trazer-te aqui ?
Que martelo te forjou ? Que cadeia ?
Que bigorna te bateu ? Que poderosa mordaça
Pôde conter teus pavorosos terrores ?

Quando os astros lançaram os seus dardos,
E regaram de lágrimas os céus,
Sorriu Ele ao ver sua criação ?
Quem deu vida ao cordeiro também te criou ?

Tigre, tigre, que flamejas
Nas florestas da noite.
Que mão, que olho imortal
Se atreveu a plasmar tua terrível simetria ?

Blake na Wikipédia

Abaixo, duas pinturas de Blake: "O número da Besta é 666" e "O Onipotente"

Image Hosted by ImageShack.us

5 comentários:

Anônimo disse...

Sensacional! William Blakera um fenomeno. Suas pinturas são fantásticas.
Marcio

Segunda Pele disse...

com certeza, devemos nos livrar de generalizar e de quem as generaliza!

tina oiticica disse...

Há um dado importante omitido sobre o Blake. Talvez fosse a onda para pobres entrar pra monastérios de maneira a obter educação e sustento. William BLake era religioso; a poesia Tyger, Tyger mostra claramente sua crença em um ser superior que é capaz de fazer até um ser malvadão, embora lindo, como o tigre.

Aliás, praticamente toda a literatura anglo-saxônica é fortemente influenciada pela Bíblia simplesmente pela tradição societal no UK e nos EUA.

Ricardo Rayol disse...

mandou muito bem. Apesar de ser analfa cultural gostei muito e como sou tigre no horóscopo chinês vou chupinhar esse poema.

Lord of Erewhon disse...

Gostei, e o poema é o meu preferido.